HOW TO CREATE A CAPSULE WARDROBE

abril 16, 2017


Esta vai ser uma abordagem do capsule wardrobe ao estilo fast fashion, no sentido literal da coisa, isto é rapida e concisa! Tudo espremidinho em cinco, sim apenas cinco, simples e eficazes main rules para por a geringonça oleada e a funcionar. Preparadas em pleno para a primavera-verão em 3,2,1... go!


Regra 1 // definir o numero de itens, a regra dita que sejam 37 no total, devem incluir blusas/tops/camisas/camisolas (partes de cima), calções/calças/saias (partes de baixo), vestidos, casacos e sapatos. Roupas para desporto, bijuterias, acessórios e malas, biquínis ou fatos de banho, pijamas e roupa interior excluídos. 

Como? Comecem por esvaziar o roupeiro, isso mesmo, tudo espalhado em cima da cama, no chão, no sofa, mesa da sala... tudo, tudo, ate ao ultimo peugo orfão. 

Porque? Porque vamos classificar cada peça em uma destas quatro categorias: primeira, peças que amamos incondicionalmente, ou as desgraçadas que dia sim dia sim andam a uso; segunda, a pilha do talvez que é como quem define tudo o que não serve, a côr é detestavel, valor sentimental, nunca usado sem razão aparente, caro para caraças mas nunca viu a luz do dia... isto tudo vai para a arrecadação, fundo do armario,despensa, debaixo da cama, onde quiserem, são pelas a que podem e devem recorrer se vos fizer falta, se no final da estação ainda lá estiverem... é altura de dar tchau tchau e rifarem os trastes; a terceira categoria é para tudo o que não querem, já viu melhores dias, para vender, doar ou apenas pegar fogo e rezar para que a extrema-unção vos absolva do pecado de um dia ter vestido tal atentado; na quarta categoria colocal todas as peças sazonais, aquelas que vão usar quando as temperaturas apropriadas se fizerem sentir e que devem reservar arrumaditas a postos para o correspondente capsule wardrobe. 

E agora? Agora começa a parte gira, admitindo que a pós-classificação vos reserva apenas uma pilha sobre a qual podem actuar devem criar um plano! Considerem as seguintes dicas como apoio: Escolhendo oito peças da pilha que amam, aquelas que gostam mesmo muito muito, conseguem perceber o porque? O mesmo para a categoria Talvez, conseguem identificar o que não funcionou? Porque não funcionou? O que na pratica do uso não gostaram? Levar em conta os compromissos e estilo de vida pode ajudar muito! Como passam o tempo? O que é essencial? Confortável? Adequado? Eventos são uma constante? Tem algo apropriado para um convite inesperado? Tempo e a sua condicionante climatérica, ajuda a definir as características sazonais de cada tipo de peça e a necessidade de alguma especificidade das mesmas! O que define o vosso estilo? É mais casual? Clássico? Desportivo? Marcas ou lojas pré-definidas também podem auxiliar quando se conseguem restringir a espaços que contem roupa do tipo que procuram, com a aparência final que esperam alcançar no vosso capsule wardrobe! As cores são outro elementos que devem dar extrema importância. Pensem que na base do vosso capsule wardrobe devem constar duas cores principais, uma secundaria e três tonalidades para apontamentos ocasionais. Ajuda imenso não ajuda? Definir uma zona de conforto, desde que esta vos beneficie é outro factor a ter em conta! Aquelas que são as vossas “go to pieces” podem ser o foco desta abordagem ou aqueles elementos dos quais se devem manter a léguas de distancia. Soccer mom look? Não obrigado! O look uniforme, sim? Não? Se forem do meu tipo, um par de jeans e uma tshirt branca oversize em pleno verão e eu sou a rainha da confiança em pessoa. Então apostem nisso! Três a quatro combinações com as vossas “go to pieces” e é meio caminho andado. Uma lista de compras que resuma tudo isto enquadrada pelo orçamento disponível e estão prontas a conquistar o minimalismo nesta area da vossa vida! Minguem disse que iria ser fácil, também ninguém prometeu que seria feito tudo hoje!

Regra 2 // admitir que estas vão ser as 37 pelas a usar durante três meses ate a chegada da próxima estação!

Regra 3 // Aqui é que elas mordem, haja força de vontade para resistir a tentação da promoção-rebaixa-metade-do-preço-e-afins! Lá porque o saquito com a pechincha ficou no escondidos no roupeiro do corredor entre lençóis e toalhas nada vos absolve da falha! O sentido de não comprar nada é tentar compreender o que faz falta, o que ate foi demais, pequenos ajustes para se conhecerem melhor e ao vosso estilo!

Regra 4 // duas semanas antes do inicio da nova estação façam uma selecção para a estação que vai chegar, o que fica, o que guardam, o que falta ou precisam de comprar. Revisitar a caixinha das peças sazonais é obrigatório! Momento refresh em que não vale encarnar a louca consumista e comprar meio shopping!

Regra 5 // A quantidade que compram, se 37 peças não chegam, se compram tudo novo, apenas alguns apontamentos... alguns acessórios, é da vossa inteira e total responsabilidade. Não esqueçam que a ideia é perceber que conseguem viver com menos, poucas peças, desde que estas sejam as escolhas certas! 

You Might Also Like

0 REPLY

Participa com a tua sugestão ou comentário e não te esqueças de seguir a página no facebook, twitter e instagram para estares sempre a par das novidades! Obrigado pela visita. Salomé

Popular Posts

Like us on Facebook

Follow us